PUBLICIDADE NAS REDES

PUBLICIDADE NAS REDES

Publicidade nas redes sociais: o que você precisa saber

Não é novidade que brasileiro adora uma rede social. Os números já comprovam o aumento da adesão.

Só no Facebook, o País está em 2º lugar atrás dos EUA e a frente da Índia.

De acordo com os dados da Socialbackers (empresa de estatísticas relacionadas às mídias sociais), o Brasil foi o que mais cresceu se tratando de usuários. Em 2012, foram 29,7 milhões de pessoas conectadas ao perfil.

 

Em 2011, o País tinha em média 35,1 milhões de usuários. Um ano depois, o número quase dobrou e chegou a 64,8 milhões. Isso representa o alcance da rede social no Brasil e já se aproxima a um terço (32,4%) da população de 201,1 milhões de usuários.

Mas a grande questão é como usar essas plataformas a favor do seu negócio? Para algumas startups, a publicidade nas redes sociais pode parecer algo complexo e impossível de administrar. Existe uma infinidade de cases de sucesso e de fracasso nas redes sociais. Tudo vai depender das estratégias escolhidas.

De que forma você pode atrair novos clientes e mais visibilidade nas redes sociais, responderemos a seguir:

Identificando o problema

A grande questão é que pequenas empresas estão nas redes sociais porque julgam necessário e não porque faz parte de uma estratégia maior de marketing digital.

Tantas informações são divulgadas, e os empresários creem na ascensão meteórica da marca quase que por um milagre.

No entanto, a visibilidade de algumas empresas nas mídias sociais deve-se a estratégias inteligentes e efetivas.

Ao invés de sair lançando mão de todos os recursos que as paginas oferecem, é melhor avaliar os indicadores chaves de desempenho (KPIs) – eles determinam o fracasso ou o sucesso do projeto.

Além disso, é preciso considerar o boca a boca e o que as pessoas falam da sua empresa. Observe a importância desse feedback para os usuários. Pode valer a pena investir em anúncios, que aumentarão os likes e engajamento da sua página.

Anúncios do Facebook

Anteriormente, os anúncios no Facebook eram muito complexos. Hoje, com uma estrutura mais funcional, fica muito mais fácil fazer as campanhas.

Para isso, a primeira tarefa que precisa ser identificada é o objetivo de marketing do seu negócio.

Se a prioridade é que os usuários possam comprar algo no seu site? Com base nisso, otimize as conversões.

Já se a finalidade é ganhar mais likes na fan page, e esses usuários podem se tornar futuros clientes, otimize a página para ganhar likes. Você pode ainda, instalar aplicativos e possibilitar o engajamento através deles e usar informes de oferta e RSVPs para eventos no Facebook.
Ao identificar seu objetivo, o próprio perfil do Facebook traça um caminho a percorrer para o tipo de anúncio mais adequado a sua campanha. A partir disso, o administrador escolhe onde deseja que o anúncio apareça. Ou seja, no feed de notícias ou ao lado dele.

O Facebook, então, ajuda a descobrir o local mais provável de sucesso da campanha. Além disso, é preciso escolher um título, uma imagem e o texto para o anúncio.

A  recomendação é falar de forma clara e amigável com poucas palavras.

Escolhido o anúncio, agora é preciso definir o que você deseja ver. As ferramentas de campanha permitem direcionar as pessoas por sexo, idade, interesses, status de relacionamento, língua, educação e até o trabalho. E ainda, atingir os amigos de pessoas que já curtiram determinado aplicativo ou a sua página. Esta segmentação é exclusiva do Facebook e deve ser planejada com cuidado.
Não menos importante tem o orçamento, que pode ser direcionado diáriamente e pelo período no qual você delimitar. A ferramenta também permite escolher a forma de pagamento. Dessa forma, a campanha pode ser feita com base em preços demográficos. Feito isso, a meta agora é acompanhar o progresso por meio de uma análise no painel do Facebook. Logo você poderá acessar quais imagens e anúncios estão tendo mais progresso e modificá-los conforme suas expectativas.

Anúncios no Twitter

Adicionar publicidade na conta do Twitter, não é um bicho de sete cabeças. Os anúncios são divididos em duas categorias: Promover Perfis e Promover Tweets. E ainda, um terceiro tipo de anúncio, que não está disponível para pequenas empresas, o Promover um Trending Topics.

A campanha para promover tweets é perfeita quando a ideia é divulgar uma mensagem específica, ou produto. Se sua finalidade é ganhar mais seguidores e promover o perfil é o método mais indicado. Você paga de acordo com a quantidade de novos seguidores, que adicionar.

A conta no twitter também oferece dois tipos de segmentação. Na primeira são usadas palavras-chave, que permitem atingir o que você busca, ou seja, um tweet ou não se envolver com um termo específico. A conta ainda oferece opções de direcionar seguidores e interesses de forma a atingir pessoas, que se enquadram em certas categorias de interesses ou ainda que acompanham contas específicas. Por fim, pode-se direcionar a campanha de anúncios para dispositivos como Blackberry, por exemplo.

Ao definir tudo, por último fica a gestão dos orçamentos diários para os anúncios. Se no seu caso, é uma campanha de Twett promovido, o perfil permite definir o valor que se está disposto pagar, por retwetts, respostas, favoritos, seguidores ou clicks em seu tweet.

Mais redes

Mesmo com a participação de pequenas empresas no Twitter e Facebook, algumas podem optar por outras redes e investir em seus produtos de publicidade. O Pinterest, é a rede social mais usada por marcas de roupa e editores de estilo. Já o Tumblr e LinkedIn podem valer a pena explorar de acordo com a região demográfica e o público-alvo. Mas se a publicidade nas redes sociais não é uma boa alternativa para o seu negócio, as campanhas do Google podem ser uma boa opção.